Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Conheça o PRODOC
Início do conteúdo da página

O Projeto

Publicado: Quarta, 25 de Julho de 2018, 14h35 | Última atualização em Segunda, 17 de Junho de 2019, 22h24 | Acessos: 482
imagem sem descrição.

PRODOC - Projeto Preservação Documental e Organização dos Arquivos Históricos das Comarcas de Bragança e de Ourém no Nordeste do Pará.

O  PRODOC, foi idealizado no ano de 2017, a partir do Convênio de Cooperação Nº 21 entre o Tribunal de Justiça do Estado do Pará e a Universidade Federal do Pará – Campus de Bragança. Em seu primeiro ano, o projeto teve como objetivo organizar e preservar por meio de técnicas de conservação preventiva o acervo histórico documental produzido na Comarca de Bragança. Na ocasião foram realizadas a diagnose, a higienização,  o acondicionamento, a catalogação e a digitalização dos registros datados de meados do século XIX, até o ano de 1930. Sendo concluída em Março de 2018, esta etapa converteu-se numericamente no quantitativo de cerca de 2000 documentos higienizados e acondicionados; 1060 registros catalogados e 500 digitalizados. No segundo ano de atividades, o PRODOC assume como eixos centrais de suas atividades, duas frentes de trabalho: o arranjo documental a partir da classificação e definição dos fundos arquivisticos do material já tratado e a intensificação da conservação preventiva no arquivo de Bragança junto a documentação correspondente às décadas de 1930-1970. Em fins de 2018, o  referido Convênio entre o TJPA e a UFPA foi aditivado, possibilitando ao PRODOC em 2019, agora em sua terceira etapa, expandir seu trabalho, tratando da documentação judiciária de Bragança, que tem por limite o ano de 1988 e, ocupando-se também da documentação histórica da Comarca de Ourém. Enxergando esses documentos como bens patrimoniais de condição inalienável, conforme dispõe a Constituição Brasileira de 1988, busca-se a partir deste conjunto de ações salvaguardar parte da memória histórica da região Nordeste do Pará e da Amazônia, fomentar pesquisa histórico-documental a partir dos acervos do Poder Judiciário, além de assegurar a todos os cidadãos o pleno acesso à informação. Premissa fundamental de um Estado democrático de direito.

 

Fim do conteúdo da página